Governo discute planos de contingência com municípios da Grande Aracaju

Objetivo é elaborar ações preventivas em relação às barragens estaduais

Quarta-Feira, 01 de Março de 2023

Com a finalidade de orientar os municípios do território da Grande Aracaju, onde estão localizadas as barragens Sindicalista Jaime Umbelino de Souza (rio Poxim) e Jacarecica I e II (rio Jacarecica), sobre situações emergenciais, bem como traçar estratégias preventivas, o Governo de Sergipe, por meio da Superintendência Especial de Proteção e Defesa Civil (Supdec), promoveu reunião com as coordenadorias municipais de Aracaju, Nossa Senhora do Socorro, Riachuelo e São Cristóvão, nesta quarta-feira, 1º, na sede Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e Infraestrutura (Sedurbi).

O superintendente especial de Proteção e Defesa Civil, tenente-coronel Luciano Queiroz, disse que as coordenadorias de Defesa Civil precisam estar qualificadas. “Além do monitoramento constante das barragens feito pelas equipes da Supdec, é primordial que os municípios onde elas estão localizadas tenham o Plano de Ação Emergencial (PAE) atualizado, e, a partir deste, possam elaborar o Plano de Contingência (Placon), a fim de que tenham noção do que pode ser desenvolvido em possíveis situações de risco”, explicou.

De acordo com o capitão Fabiano Queiroz, que também faz parte da Supdec, é necessário que os municípios desenvolvam os seus planos de ação e que estes tomem forma, visto que em uma eventual anormalidade o tempo resposta da Defesa Civil precisa ser mínimo.

“Devemos estar sempre preparados, e compete a cada município entender o cenário de risco que cada um possui, definir metas, elaborar o seu Placon e fazer com que ele seja eficiente. O estado, por intermédio da Supdec, está disposto a assessorar todos eles, tanto na elaboração dos planos como na realização de treinamentos, simulados e oficinas de capacitação”, ressaltou o superintendente executivo da Supdec, major Alysson Carvalho.

Para o coordenador municipal da Defesa Civil de Nossa Senhora do Socorro, Kléber Lima, a reunião serviu como um norte para aprimorar as ações de prevenção e resposta já rotineiramente realizadas. “É importante que estejamos devidamente preparados para os eventos adversos. O município vem realizando um monitoramento frequente em algumas áreas e tende a consolidar ainda mais a capacitação dos profissionais, bem como na ação de resposta em situações emergenciais”, frisou.

Além das orientações repassadas, a Supdec enfatizou para os municípios a importância da elaboração e atualização dos Planos de Ação de Emergência (PAEs) e dos Planos de Contingência (Placons) e ainda sobre realização do cadastramento da população em Zonas de Auto Salvamento (ZAS) e treinamento da população nessas áreas, estabelecimento de rotas de fuga e instalação de sirenes e placas de aviso, entre outras ações.

Última atualização: 2 de março de 2023 08:24.

Pular para o conteúdo