Vazão do Rio São Francisco terá redução gradual a partir da sexta-feira

Defluência de 4.000 m³/s passará para 3.500 m³/s na sexta e 3.000 m³/s do sábado até a segunda-feira

 2 de fevereiro de 2023 |  17:59

Em razão da diminuição das chuvas na Região Sudeste, e por conseguinte no volume pluviométrico na Bacia do Rio São Francisco e da Usina Hidrelétrica de Sobradinho, a Superintendência Estadual de Proteção e Defesa Civil (Supdec) comunica à população sergipana, em especial às comunidades ribeirinhas, que, a partir da sexta-feira, 3, o volume na vazão da Usina Hidrelétrica de Xingó passará de 4.000 m³/s para 3.500 m³/s.

Segundo o superintendente da Supdec, o tenente-coronel Luciano Queiroz, o alinhamento para a redução gradual no volume de água se deu em reunião entre a Operadora Nacional do Sistema Elétrico (ONS) e a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf). “A partir desta ocasião, ficou decidido diminuir o volume da vazão em 500 m³/s, a partir da sexta-feira, 3, e em 1.000 m³/s do sábado, 4, até a segunda-feira, 6”, explica.

Conforme a Defesa Civil Estadual, apesar dessa diminuição, a situação pode ser revertida a depender da evolução das chuvas no Sudeste e aumento das vazões na Bacia do São Francisco. Por isso, Luciano Queiroz orienta a população para que mantenha a cautela adotada desde o aumento da vazão, em 9 de janeiro. “A situação hidrológica está sendo permanentemente avaliada. Porém, é importante que as comunidades ribeirinhas se atentem aos cuidados e continuem a não ocupar as áreas situadas na calha principal do rio”, frisa.

O superintendente ressalta que, havendo alteração, tanto na diminuição como no retorno do aumento da vazão, as informações serão repassadas pela Chesf ao Governo de Sergipe e este, por meio da Defesa Civil, comunicará através dos sistemas de alerta para toda a população.

Última atualização: 2 de fevereiro de 2023, 17:59 PM

Última atualização: 3 de fevereiro de 2023 08:51.

Pular para o conteúdo